Páscoa 2021: 5 dicas para varejistas – de vários segmentos – se prepararem para a data

Para que tudo funcione perfeitamente, é importante planejar-se com antecedência

Data: 19-03-2021
Fonte: Mercado & Consumo
Autor: Imprensa Mercado & Consumo

Investir num bom mix de produtos, preparar o site para suportar o aumento de acessos e garantir um bom parceiro logístico. Essas são algumas das formas de o varejo se preparar para a Páscoa, que neste ano será celebrada em 4 de abril e ainda em meio a restrições causadas pela pandemia de Covid-19.

A data é conhecida pela possibilidade de consumir ovos, bombons, chocolates e outros doces, mas aqueles que não atuam na venda desses produtos também podem se beneficiar, uma vez que a Páscoa está relacionada a diversos nichos do varejo.

“Toda data sazonal é uma ótima oportunidade para alavancar vendas se você souber aproveitar a ocasião. Temos observado que demais segmentos, como fitness e produtos para restrição alimentar, podem se beneficiar também, isso porque vivemos uma mudança de comportamento sobre como melhorar nossa alimentação e manter o equilíbrio, além de precisar incluir todas as necessidades na hora de definir o seu público”, afirma o Thiago Mazeto, diretor comercial e de Marketing da Tray, plataforma de e-commerce do Grupo Locaweb.

Presença marcada na loja virtual

Com as restrições de lojas físicas causadas pela pandemia de coronavírus, a dica dele é cuidar do e-commerce para gerar vendas e manter o fluxo de caixa dentro do esperado pelo empreendedor. “Assim, aproveitar o período de pré-Páscoa e marcar presença dentro da loja virtual é fundamental. A parte visual precisa ser pensada para isso: layout, banner com produtos e destaques de promoções. É importante mostrar ao consumidor que a loja está oferecendo produtos específicos com preço competitivo e frete grátis”, explica Mazeto.

O executivo lista cinco pontos de atenção para o varejo na data:

Produtos:
O mix de produtos pode mudar para oferecer aqueles que têm mais ligação com a data;

Marketing:
As ações e promoções específicas para esta data precisarão ser criadas com antecedência e deve ser estipulado o tempo que ficarão no ar;

Tráfego do site:
Com ações de marketing no ar, a previsão é de aumento no tráfego do site. O seu site suporta todos acessos?

Estoque:
Com a alteração do mix de produtos e a meta de aumento do tráfego, consequentemente o estoque deve ser revisado e adaptado para que você tenha produtos suficientes para entregar aos clientes;

Frete:
Com a meta de aumento das vendas para a data, é interessante conversar com o parceiro logístico para garantir que todos os produtos cheguem no prazo previsto.

Planejamento com antecedência

Para que tudo funcione perfeitamente, é importante planejar-se com antecedência. Caso contrário, corre-se o risco de não conseguir concretizar algumas ações, ficar sobrecarregado na data, oferecer um atendimento de qualidade inferior, entre outras situações. E, com a grande concorrência no mercado – o que aumenta as opções de escolha ao consumidor -, garantir a fidelização de clientes para futuras compras é um desafio enfrentado por diversas empresas.

“Apesar da dificuldade, vale a pena investir em ações que levem os consumidores a fazer recompras constantes. Para isso, é necessário que o empreendedor conheça seu cliente, tenha programas de fidelização, facilite as formas de pagamento, incentive o engajamento, tenha uma ótima comunicação e atendimento e evite falhas básicas”, diz o diretor da Tray.

Um erro comum é não dar atenção às reclamações postadas na internet, achando que isso não afetará no lucro, por ser a realidade de poucos consumidores. Outra falha é dificultar a troca após a compra. É essencial ter no site um chatbot ou chat online para atender aos clientes que precisam da logística reversa, por exemplo.

NOTÍCIAS DO MERCADO​