Empresa especializada em tecnologia pretende faturar R$ 87 milhões em 2020.

images

Wings termina 2019 com alta média de 850% entre trimestres

Data: 23-01-2020
Autoria: Redação Automotive Business
Fonte: Automotive Business

A brasileira Wings, empresa especializada em tecnologia automotiva, comemora bons resultados em 2019, com crescimento médio de 850% entre trimestres de 2019, encerrando o período com 70 concessionárias revendedoras do dispositivo VAI (sigla de Vehicle Artificial Intelligence) e consolidação de seu canal on-line, que representa 20% das vendas desse dispositivo.

“O ano passado foi positivo, especialmente para levar adiante a cultura do carro conectado. Sabemos que essa é uma das grandes tendências do setor automotivo global”, afirma o diretor da Wings, João Marcelo Barros.

Ele ressalta que o VAI é uma tecnologia acessível para o consumidor e rentável para concessionários e outros players do mercado. Para 2020 a Wings pretende superar os R$ 87 milhões de faturamento e chegar a 500 concessionárias conectadas ao VAI. Outra meta é explorar novos canais que possam se beneficiar dessa conectividade. “O carro conectado gera aproximadamente 25 GB de informações por hora. Trata-se de uma infinidade de dados ainda subaproveitada pela indústria e que pode trazer ganhos significativos para locadoras, seguradoras e até companhias de telefonia móvel”, estima o diretor da Wings.

Somente em 2019, mais de 6 mil viagens foram monitoradas todos os dias pelo VAI, que se tornou fonte de informações sobre o comportamento do motorista brasileiro.

A Wings tem sede em Pernambuco. Começou em 2010 produzindo acessórios automotivos. Acabou se especializando no fornecimento de linhas de equipamentos de entretenimento, conectividade, inteligência artificial e segurança.

notícias automotivo

Artigos

Notícias do Mercado