Anfavea se mostra mais otimista com aumento da oferta de crédito para o setor

X_noticia_30710[1]

Venda de máquinas agrícolas e rodoviárias cresce em fevereiro

Data: 12-03-2020
Autoria: Mário Curcio
Fonte: Automotive Business

A venda de máquinas agrícolas e rodoviárias em fevereiro somou 2,8 mil unidades, registrando alta de 13% sobre janeiro. O acumulado do ano teve 5,3 mil máquinas repassadas às concessionárias, número 3,8% mais baixo que o de iguais meses de 2019. Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A pequena queda no bimestre ocorre porque a base de comparação é alta, já que as 5,5 mil unidades negociadas em iguais meses do ano passado foram quase 40% maiores que em 2018.
“Fevereiro de 2020 teve um bom crescimento. Este ano, com crédito favorável e taxas mais atrativas, o mercado começa a reagir”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Alfredo Miguel Neto.

O executivo citou novas linhas do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também do Banco do Brasil. A venda de tratores de rodas somou no bimestre 3,7 mil unidades, volume 5,3% menor pela comparação interanual, mas a separação por faixa de potência mostra que os modelos intermediários, de 81 a 130 cv, anotaram crescimento de 49,8%.

OBRAS DE INFRAESTRUTURA PUXAM MÁQUINAS DE CONSTRUÇÃO

O bimestre foi marcado pela alta na venda de equipamentos de construção por causa da retomada de obras de infraestrutura. As 599 retroescavadeiras entregues no período anotaram crescimento de 54,4% sobre o primeiro bimestre de 2019. Os tratores de esteiras tiveram aumento ainda mais expressivo, próximo a 140%, mas com pequeno volume total (212 unidades).

EXPORTAÇÕES PERMANECEM EM QUEDA

Neste primeiro bimestre as associadas à Anfavea exportaram menos de 1,4 mil máquinas. O volume foi 13,2% menor que o anotado em iguais meses de 2019. A queda foi puxada sobretudo pelos tratores de esteiras (302 unidades no bimestre e recuo de 46,1%).
“Houve menor número de embarques desse tipo de máquina para os Estados Unidos, é verdade, mas cresceram as vendas de retroescavadeiras para Peru e Colômbia”, recorda Miguel Neto.

A queda nas exportações foi atenuada pelos 740 tratores de rodas embarcados no bimestre (alta de 32,6%), mas o volume total de máquinas enviado ao exterior ainda é pequeno por causa da crise argentina.

Como consequência, a produção total de máquinas no período somou 6,1 mil unidades, 4,3% a menos que em iguais meses de 2019. A projeção da Anfavea indica 56 mil máquinas fabricadas no País em 2020 e pequena alta de 5,4% sobre 2019.

notícias automotivo

Artigos

Notícias do Mercado