Varejo tem previsão de alta no volume de vendas para 2021, de acordo com CNC

Projeções baseadas em dados do IBGE mostram queda para recorte ampliado a partir de três aspectos principais

Data: 19-01-2021
Fonte: Mundo do Marketing
Autor: Thiago Terra

O ano de 2021 chegou com expectativa de crescimento no volume de vendas para o varejo restrito, com o percentual de 3,9%, segundo Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Os números também mostram o varejo ampliado em queda de 5,2% (incluindo os setores automotivo e materiais de construção).

As projeções são baseadas em dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) feita em novembro de 2020, pelo IBGE, e são causadas, principalmente por três aspectos: o fim do auxílio emergencial em 2021, o desemprego e o aumento da inflação.

Desta forma, a expectativa é de que a reação do setor seja mais lenta no início do ano e dure até que o processo de imunização da população seja finalizado.

NOTÍCIAS DO MERCADO​