Nos últimos dois anos foram abertas 750 novas lojas, com 70 mil contratações.

X_noticia_30534[1]

Rede de concessionárias recupera parte do tamanho e empregos

Data: 05-02-2020
Autoria: Pedro Kutney
Fonte: Automotive Business

Nem todo terreno perdido foi recuperado, mas ao menos em parte a rede de concessionárias instalada no País conseguiu recuperar parte significativa de seu tamanho e empregos. Segundo dados da Fenabrave, entidade que reúne os concessionários, de 2015 até o meio de 2017 foram fechadas 2,1 mil lojas de veículos novos, com fechamento de 172 mil postos de trabalho. Essa tendência começou a ser revertida há dois anos e meio, com a abertura de 750 novos pontos de venda e contratação de 70 mil pessoas no setor de distribuição oficial dos fabricantes.

Segundo a Fenabrave, hoje o setor conta com 7.145 concessionárias no País, número ainda 1.355 abaixo das 8,5 mil que existiam no início de 2015. No total, os concessionários empregam 328 mil pessoas atualmente, um aumento de 2 mil postos em comparação com 2018, mas bem menos do que os 490 mil há cinco anos.

Alarico Assumpção Jr., presidente da Fenabrave, afirma que as marcas que mais contribuíram para a expansão da rede foram a Jeep, com cerca de 200 concessionárias abertas, além de BMW, Audi, caminhões DAF e alguns fabricantes de motos de alta cilindrada. Para o dirigente, o fechamento de concessionárias foi estabilizado.

“O que deve ser ver a partir de agora são mais trocas de algumas representações do que fechamento de lojas. Com o crescimento esperado das vendas, também deve haver expansão da rede de algumas marcas já estabelecidas no mercado”, avalia Alarico Assumpção Jr.

notícias automotivo

Artigos

Notícias do Mercado