Esse projeto histórico irá criar um ecossistema holístico para a direção autônoma, incluindo a criação de estrutura jurídica apropriada, infraestrutura de cidade inteligente e transferência de conhecimentos, que pode ser usado como um modelo para transformar a mobilidade urbana, tanto em Catar como em outros países.

fb96cd52b4a8677d1baa19093455f509[1]

‘Project Qatar Mobility’: shuttles autodirigíveis posicionados para elevar o transporte público local de Doha para um novo patamar em 2022

Data: 20-12-2019
Postado por: Redação PRNewsWire
Fonte: PRNewsWire

Hoje, no Fórum de Doha em Catar, na presença de sua excelência o vice-primeiro-ministro e ministro de Relações Exteriores, Xeique Mohamed bin Abdulrahman al-Thani, representantes da Volkswagen AG e da Autoridade de Investimento do Catar (QIA – Qatar Investment Authority) assinaram o Projeto de Mobilidade de Catar (“Project Qatar Mobility“). A assinatura foi testemunhada por diversos ministros do Catar, dignitários e altos representantes do Catar e da Alemanha.

Pela primeira vez, uma frota avançada de shuttles elétricos autodirigíveis, de nível 4, irá prenunciar uma nova era de mobilidade urbana na capital do Catar em 2022: Mais cedo, hoje, no Fórum de Doha no Catar, na presença de diversos dignitários do Catar, representantes da Volkswagen AG e da Autoridade de Investimento do Catar (QIA – Qatar Investment Authority) assinaram o Projeto de Mobilidade de Catar (“Project Qatar Mobility“).

O objetivo é desenvolver um projeto revolucionário de transporte autônomo e transformar o futuro da mobilidade urbana para o emprego sustentável e comercial de serviços de shuttles AD e de ônibus – para além de 2022. Promovendo uma colaboração intermarcas como modelo para futuras soluções de AD, a Volkswagen Commercial Vehicles, a Scania, a MOIA e a AID-Autonomous Intelligent Driving irão exercer um papel importante nesse projeto. Durante o maior evento esportivo do mundo, o Catar será o palco do primeiro sistema de transporte público urbano elétrico, autônomo e sem emissões do mundo.

O contrato foi assinado hoje pelo presidente-executivo da QIA, Mansoor Al-Mahmoud, e pelo presidente do conselho do Grupo Volkswagen, Dr Herbert Diess, em uma cerimônia em Doha. A iniciativa, que é conhecida como “Projeto de Mobilidade do Catar” (“Project Qatar Mobility“), ressalta o compromisso mútuo das tecnologias inteligentes e do transporte verde:

A QIA e a Volkswagen vão trabalhar juntas para desenvolver a infraestrutura física e digital requeridas para integrar, com perfeição, a frota de veículos autodirigíveis com a rede de transporte público existente em Doha. Os shuttles elétricos e autônomos ID. BUZZ AD da Volkswagen Commercial Vehicles irão transportar até quatro passageiros na área de Westbay em rotas semifixas, enquanto os ônibus Scania de alta tecnologia irão transportar grupos maiores. As unidades do Grupo Volkswagen AID e MOIA irão fornecer o conhecimento de SDS e o software do aplicativo para operar o serviço. Pela primeira vez, quatro marcas do Grupo Volkswagen trabalham juntas em um projeto de mobilidade urbana.

Esse projeto histórico irá criar um ecossistema holístico para a direção autônoma, incluindo a criação de estrutura jurídica apropriada, infraestrutura de cidade inteligente e transferência de conhecimentos, que pode ser usado como um modelo para transformar a mobilidade urbana, tanto em Catar como em outros países. Os testes fechados dos veículos shuttle e dos ônibus deverão começar em 2020 e as experimentações irão começar ainda em 2021. O projeto entrará em operação em 2022, fornecendo uma amostra técnica da direção autônoma no futuro.

O presidente do conselho da Volkswagen, Dr Herbert Diess, disse: “O Projeto de Mobilidade do Catar irá exercer um papel muito importante em nossa “Estratégia Juntos 2025+” (“Strategy Together 2025+“). Lidar com o crescimento econômico, desenvolvimento social e dificuldades da gestão ambiental, identificados como parte de nossa visão, e acentua nosso compromisso de investir na mobilidade de próxima geração. Iremos experimentar aprendizagens do mundo real e usar o projeto como degrau – por gerações por vir”.

Dentro do Grupo Volkswagen, a Volkswagen Commercial Vehicles (VWCV) é responsável pela Direção Autônoma, Mobilidade como Serviço (MaaS – Mobility as a Service) e Transporte como Serviço (TaaS – Transport as a Service), devido ao fato de que os primeiros casos de uso são planejados no setor comercial. No futuro, a VWCV irá, portanto, desenvolver e produzir veículos para propósitos especiais (SPV – Special Purpose Vehicles) correspondentes, tais como táxis-robô e vans-robô. O presidente do conselho da VWCV, Dr Thomas Sedran, explicou os objetivos do projeto: “Utilizando o Bulli de amanhã, com o sistema de direção autônoma sendo desenvolvido atualmente pela AID, adicionando o compartilhamento de transporte (ride pooling) inteligente da MOIA e habilitando a reserva via aplicativo – iniciando, portanto, o futuro do transporte urbano: mobilidade com CO2 neutro combinado com tecnologia do SDS garantem eficiência e segurança máximas. Dessa maneira, estamos transportando toda uma sociedade, com todas suas exigências de mobilidade limpa, inteligente e sustentável. A VWCV está se tornando uma provedora integrada de mobilidade. A direção autônoma é um ponto essencial para a transformação de nossa principal atividade”.

O presidente e presidente-executivo da Scania, Henrik Henriksson, disse: “Na Scania, nosso propósito é promover a mudança para o transporte sustentável. Nos próximos anos, os progressos em tecnologia e infraestrutura dos veículos elétricos e autônomos serão fatores essenciais nessa mudança. Com relação ao transporte de pessoas, um grau maior de compartilhamento também é importante e através de avanços em transporte autônomo será mais simples introduzir mais flexibilidade em transporte compartilhado de pessoas. É estimulante poder exercer um papel em projetos de vanguarda como esse do Catar”.

Ao comentar o anúncio, o presidente-executivo da QIA, Mansoor Al Mahmoud, disse: “Para nossas cidades progredirem, precisamos de uma nova onda de inovações. Tecnologias de transporte sem emissões, habilitadas por inteligência artificial (IA), irão ajudar a promover a mobilidade urbana, ao mesmo tempo que diminui congestionamentos e aumenta a eficiência energética”.

O presidente-executivo da QIA, acrescentou: “Estamos orgulhosos da parceria da QIA com a Volkswagen, que irá colocar o Catar na linha de frente dessas novas tecnologias. O desenvolvimento de uma solução de transporte inteligente irá ajudar a transformar o futuro da mobilidade humana, domesticamente e em todo o mundo”.

A estratégia de investimento da QIA se baseia na responsabilidade de gerar retornos fortes e sustentáveis e nossa capacidade de identificar valor de longo prazo dentro de uma grande empresa global é uma impulsionadora essencial de nosso sucesso.

Como tal, a QIA mantém um estreito relacionamento com as empresas de seu portfólio e está profundamente concentrada em sua visão. A QIA é há longo tempo investidora no Grupo Volkswagen e tem dois representantes altamente conceituados em seu Conselho Supervisor de Administração. A QIA continua dando suporte ao crescimento do Grupo VW, incluindo sua expansão em andamento e a posição de liderança que assumiu na produção em massa de veículos elétricos.

notícias serviços

Artigos

Notícias do Mercado