Moto elétrica de US$ 117 mil volta das cinzas e deve estrear em 2021

Uma das atrações do Salão de Motos de Milão, há dois anos, ela teve o desenvolvimento paralisado em 2019

Data: 14-10-2020
Fonte: Tecmundo
Autor: André Luiz Dias Gonçalves

A motocicleta elétrica Arc Vector, apresentada como conceito em 2018, pode finalmente começar a ser produzida. Na última quinta-feira (1º), o designer do projeto Mark Truman anunciou ter recuperado a administração da empresa e que está pronto para “ressuscitar” o modelo direto das cinzas.

A Arc Vector deve custar US$ 117 mil, o equivalente a R$ 657 mil, pela cotação do dia.

Uma das atrações do Salão de Motos de Milão, há dois anos, ela teve o desenvolvimento paralisado em 2019, depois que a Arc Vehicle declarou falência, mesmo arrecadando US$ 1,1 milhão para o investimento inicial, via financiamento coletivo.

Interessado em dar uma nova chance à Arc Vector, Truman retomou a administração do projeto. “Decidi comprar os ativos sozinho, há quatro meses. O projeto foi longe demais e muito bem recebido para eu não continuar com ele. O apoio global que recebemos das pessoas foi surpreendente e realmente me deixou sem outra opção”, comentou o fundador da companhia.

Os planos originais da empresa incluíam a produção de 399 unidades da moto elétrica. Mas Truman quer diminuir o ritmo. “Sem a pressão de uma grande empresa, estamos levando as coisas um pouco mais devagar, agora. As primeiras bicicletas serão entregues aos seus clientes em 12 meses”, revelou.

Design futurista e carregamento rápido

O design futurista é um dos destaques da moto da Arc Vehicle, contando com acabamento em fibra de carbono e uma “interface homem-máquina”, que inclui uma jaqueta com emissão de alertas ao condutor e um capacete Heads-up Display — a tecnologia possibilita ver informações sem tirar os olhos da pista.

Ela é equipada com motor de 95 kW e atinge velocidade máxima de 200 km/h, gastando 3,2 segundos para chegar aos 100 km/h. Já a bateria, de 16,8 kWh, fornece até 436 km de autonomia, podendo ser recarregada por completo em apenas 45 minutos, segundo a fabricante.

ARTIGOS​

NOTÍCIAS DO MERCADO​