Data: Autoria: Fonte: O isolamento social mantém a maior parte do comércio fechado há mais de um mês em praticamente todas as grandes cidades do país. A medida, que visa conter o avanço da Covid-19 e não sobrecarregar o sistema de saúde, exigiu que empresários dos mais diversos ramos se adaptassem à comercialização sem ter …

Grupo do setor automotivo se reinventa diante da nova realidade do mercado Leia mais »

image[1]

Grupo do setor automotivo se reinventa diante da nova realidade do mercado

Data: 04-05-2020
Autoria: Bruno Vasconcelos
Fonte: Site Jorge Moraes

O isolamento social mantém a maior parte do comércio fechado há mais de um mês em praticamente todas as grandes cidades do país. A medida, que visa conter o avanço da Covid-19 e não sobrecarregar o sistema de saúde, exigiu que empresários dos mais diversos ramos se adaptassem à comercialização sem ter o consumidor em sua loja. A venda online, que não chega a ser uma novidade para muitos, tornou-se o único canal disponível. Foi diante desse cenário inédito no mundo, que o Grupo ADTSA – presente em diversos segmentos e tradicional no setor automotivo, no qual representa nove grandes marcas – precisou se reinventar.

A venda de carros pela internet não é uma novidade. Praticamente todo o processo de compra de um automóvel se inicia no computador ou smartphone com a busca por modelos e preços. Dificilmente um cliente chega na concessionária sem antes ter visitado os sites das montadoras para “montar” o carro da forma como ele quer levar para casa. A diferença agora é que a parte de ir na concessionaria para fechar o negócio não está disponível. “Já faz algum tempo que estamos adaptados à realidade da internet. Temos um departamento exclusivo de vendas online, com um setor com mais de 40 pessoas só cuidando disso. Agora, estamos investindo ainda mais nesse canal online, oferecendo ao cliente tudo que ele precisa para comprar seus carros sem sair de casa”, afirma o diretor comercial da divisão de concessionárias do Grupo ADTSA, Luiz Henrique Gouveia.

Para Luiz Henrique, o maior desafio nessa nova realidade da venda online é conquistar o cliente sem ter contato com ele em qualquer momento. “Isso é muito complicado e exige uma linguagem direta, simples e objetiva de tudo que o cliente precisa. Além de uma grande eficiência e rapidez nas respostas e nos questionamentos do cliente”, destaca o diretor.

Essa adaptação acelerada imposta pela quarentena tende a se tornar definitiva, mesmo após o fim da pandemia. Quem não trabalhava com internet se viu obrigado a iniciar. E quem já atuava precisou se reforçar e inovar. Isso também vale para o consumidor, que deve tomar ainda mais gosto pela praticidade da venda online. “O cliente ficou ‘amigo’ da internet durante essa pandemia e muitos que ainda não conheciam a ferramenta, passaram a conhecer e admirar”, ressalta Luiz Henrique.

Com a reabertura do comércio, a maioria dos consumidores vai querer retomar o hábito de ir às lojas para ver, tocar, cheirar e testar seu carro dos sonhos. Isso exigirá outro desafio para os empresários e seus colaboradores: romper o medo do contato que deve permanecer por um bom tempo pós-pandemia da Covid-19. “Estamos tomando de agora todas as precauções pra o retorno dos clientes. Iremos ter as lojas completamente higienizadas , com recepcionistas oferecendo máscaras e álcool em gel, além de respeitar o distanciamento entre o cliente e o vendedor”, reforça o diretor do Grupo ADTSA.

Ação no combate à Covid 19

Além da adaptação à nova realidade imposta pela pandemia, o Grupo ADTSA também está atuando para ajudar àqueles que estão na linha de combate ao novo cononavírus. O grupo pernambucano disponibilizou 8 veículos para hospitais nas cidades do Recife e de Fortaleza. “Sentimos o desejo e a obrigação de ajudar a sociedade nesse momento triste do qual estamos passando. Tivemos então a ideia de utilizar nossas vans de test-drive para atuar no combate à Covid-19! Estamos com 8 veículos no Recife e em Fortaleza a disposição dos hospitais de campanha. Eles ficam disponíveis 24 horas por dia atendendo às demandas necessárias. Ficamos felizes e honrados em poder ajudar dentro das nossas possibilidades a minimizar o sofrimento de muitos nesse momento”, conclui Luiz Henrique.

notícias serviços

Artigos

Notícias do Mercado