Da bicicleta à viagem espacial: qual é o futuro da mobilidade urbana?

Afinal, qual será a necessidade de percorrer grandes distâncias se tudo o que é essencial estará cada vez mais perto?

Data: 28-09-2020
Fonte: Tecmundo
Autor: Alex Franco

Com um celular, é possível resolver diversos assuntos a distância, algo proporcionado pelo universo digital e pelo desenvolvimento de novas tecnologias. Para comemorar essa evolução e tantas outras, foi criada a Semana de Mobilidade Urbana, que em 2020 é celebrada de 18 a 25 de setembro, mostrando que o futuro tende a ser cada vez mais simplificado.

Quando se pensa no que vem por aí, é comum serem citados carros autônomos, veículos voadores, viagens espaciais e teletransporte, coisas esperadas para os anos 2000 e que já foram descartadas por muita gente. Entretanto, é preciso deixar o desânimo de lado e repensar alguns conceitos, pois pesquisas da área são exponenciais, como explica Daniela Klaiman, futurista convidada pela Youse, plataforma digital da Caixa Seguradora que oferece seguros de auto, vida e residencial, em webinar dedicado ao assunto.

Segundo Klaiman, novidades do setor começam devagar, até que chegam em seus melhores momentos e vão sendo aprimoradas rapidamente. Como várias delas estão sendo estudadas há muitos anos, mal entendemos o que está acontecendo e, do nada, estaremos viajando pelo Espaço. Para isso, infraestrutura adequada é fundamental não apenas para coisas que surgirão daqui a 5 ou 50 anos.

Barcelona (Espanha) e Amsterdã (Holanda), por exemplo, são cidades europeias que oferecem ambientes propícios ao deslocamento por bicicleta e inspiram outros locais. Intermodais que garantem viagens integradas também fazem parte de um bom planejamento para a otimização da qualidade de vida da população e devem ser impulsionados pela adoção de home office e pelo fortalecimento das chamadas microcomunidades.

Afinal, qual será a necessidade de percorrer grandes distâncias se tudo o que é essencial estará cada vez mais perto? Priorizar soluções coletivas será um dos passos necessários para que ninguém fique de fora: “Individual e coletivo sempre caminham juntos quando falamos de mobilidade”, afirma Klaiman. O 5G, é claro, exercerá um papel e tanto nessa história.

Na palma da mão

O 5G, de acordo com a futurista, além de ser algo poderoso, revolucionará o funcionamento de inúmeras áreas. “Ele vai trazer à vida o conceito de smart city, em que a cidade toda estará conectada através da Internet das Coisas em um ecossistema que age como uma grande orquestra sendo coordenada pela máquina e que gera imensa eficiência”, aposta Klaiman. “A gente vê o trânsito diminuindo, a economia de energia e de combustíveis e a queda do número de acidentes. O 5G vai costurar todos esses elementos inteligentes, trabalhando por um único objetivo: tornar a cidade mais segura, harmônica e eficiente”.

E não é preciso esperar esse futuro para aproveitar algumas das comodidades citadas. Na hora de contratar seguros, é possível ficar em casa e fazer tudo de modo 100% digital e personalizado com a Youse, plataforma que também é simples de usar. Você seleciona somente aquilo de que precisa e paga apenas pelos recursos contratados, para ousar mais e viver do seu jeito.

Escolha as coberturas e assistências dos seus seguros online quando precisar e de onde estiver e fique numa boa, só de olho nos próximos passos que serão dados pelo futuro das tecnologias. Depois, faça suas malas e considere suas férias em Marte… ou uma ida de bicicleta até o mercado com sua sacola reutilizável.

ARTIGOS​

NOTÍCIAS DO MERCADO​