Case IH quer manter curva de crescimento com lançamentos

Fabricante apresenta nova linha de colheitadeiras e traz novos pulverizador e plantadeira

Data: 05-08-2020
Fonte: Automotive Business
Autor: Sueli Reis

A Case IH, uma das marcas fabricantes de máquinas agrícolas do Grupo CNH Industrial, espera manter a curva de crescimento que vem registrando no Brasil pelos últimos 10 anos, inclusive em 2020, mesmo em meio a uma crise causada pela pandemia de coronavírus. A empresa, que registrou recorde de vendas em 2019, prevê acelerar sua participação de mercado nos próximos cinco anos, com base no plano estratégico sustentado por ampliação de portfólio, incluindo serviços. Parte desse plano já está sendo colocado em prática com o lançamento de produtos apresentados à imprensa na terça-feira, 4, por meio de evento digital.

As novidades incluem a renovação da linha de colheitadeiras, que hoje conta com dois modelos, além de uma nova plantadeira e um pulverizador. Segundo o vice-presidente da Case IH para América do Sul, Christian Gonzalez, os lançamentos estão sendo feitos dentro do período planejado, sem qualquer tipo de atraso por causa da pandemia.

“Temos planos de crescer nos próximos anos, não sei se 2020 será o primeiro ano desse ciclo de crescimento, mas a previsão é continuar nessa curva”, afirma Gonzalez durante a apresentação dos novos produtos.

No primeiro semestre deste ano, a Case IH alcançou aumento de 6% de suas vendas de tratores (no varejo) na comparação com mesmo período do ano passado. De acordo com o executivo, foi o terceiro maior volume de vendas da história da marca e o maior dos últimos seis anos. A empresa não revelou o volume. Da mesma forma, suas entregas de colheitadeiras cresceram 30% na mesma base de comparação anual, sendo o segundo maior volume de sua história e o maior dos últimos sete anos. A Case IH também não disse quantas máquinas entregou.

O vice-presidente analisa que além da própria demanda crescente do setor agro no Brasil, outros fatores contribuíram para que a marca aumentasse sua participação tanto no mercado de tratores quanto de colheitadeiras, como a ampliação do portfólio e da rede, que hoje conta com 165 revendas administradas por 36 grupos de concessionários.

Ele acrescenta que mesmo que feiras importantes do setor, como a Agrishow, que foram canceladas devido a pandemia, não afetaram o desempenho das vendas no primeiro semestre. “Mesmo sem as feiras, as vendas cresceram. Isso mostra que não existe dependência, a demanda ocorre mais pela necessidade do produtor; o que não quer dizer que as feiras não tenham uma função, elas são expositoras de tecnologias e é a oportunidade que o produtor tem de conhecer todas no mesmo lugar”, comenta.

Embora não possa dizer em números o quanto a empresa pode crescer nos próximos anos nem seu volume estimado de vendas, Gonzalez lembra que a média global de crescimento estimada pelo Grupo CNH Industrial é de 5% ao ano entre 2020 e 2024, de acordo com projeção divulgada em setembro do ano passado, quando a companhia anunciou seu plano estratégico global na Bolsa de Nova York, que previa um investimento mundial em suas empresas na ordem de US$ 5,6 bilhões neste período.

A Case IH confirma que a empresa está revisando esses números.

NOVOS PRODUTOS

A linha de colheitadeiras da Case IH agora conta com a nova Série 150 com nova transmissão e menor consumo de combustível e vem para substituir a Série 130. Por sua vez, a Série 250 traz novo motor FPT com potência de 634 cv, que chega para substituir a Série 230.

Também chegam ao mercado a nova plantadeira Fast Riser 6100, com novo sistema de distribuição uniforme de peso, contribuindo para um plantio mais assertivo, com largura de 6,2 metros e dobrável por sistema automático. Além dela, a Case IH lança o pulverizador Patriot 350 com maior vão livre e altura de aplicação, além da configuração do tanque, posicionado entre a cabine e o motor, o que proporciona melhor distribuição de peso contribuindo para a estabilidade da barra de pulverização.

ARTIGOS​

NOTÍCIAS DO MERCADO​