Assinatura de viagens pode ser tendência para os próximos anos no turismo

A assinatura de viagens surge como uma alternativa para quem deseja planejar uma viagem de forma mais inteligente e econômica para o futuro

Data: 24-07-2020
Fonte: Dino
Autor: Redação Dino

A pesquisa encabeçada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), juntamente à operadora Cielo, observou dados que demonstram desempenho crescente do setor de turismo em 2017, com 2,2% de aumento no faturamento em comparação ao ano anterior, chegando a R$ 238,6 bilhões, um salto de R$ 5,1 bilhões.

Os anos de 2018 e 2019 seguiram a tendência de crescimento, registrando queda pela primeira vez no primeiro trimestre de 2020, em decorrência da crise mundial na saúde provocada pela covid-19.

A Organização Mundial de Turismo (OMT) sinaliza que a pandemia da covid-19 pode ter resultado em uma queda de um pouco mais de 20% no volume de turistas internacionais nos três primeiros meses de 2020. Só em março, essa queda foi de 57%, também em razão do fechamento de aeroportos e fronteiras pelo mundo, além da intensificação de medidas restritivas de viagem. A expectativa de retomada, ou do início de uma recuperação, pode se dar no final de 2020, com o aquecimento do turismo regional.
Crescimento do turismo representa criação de postos de trabalho
Outro dado que chama atenção na pesquisa encabeçada pela CNC é o histórico de criação de novos postos de trabalho, com 35.692 vagas a mais, ou seja, crescimento de 163,6% entre 2018 e 2019. No ano de 2019, basicamente todos os serviços turísticos mostraram aumento dos resultados em comparação com o ano anterior. Os gastos com transporte de passageiros ficaram em primeiro no ranking, com alta de 5,3%, seguido pela categoria Hotéis e Similares, com 3,3% aproximadamente.

O sudeste é a região que mais se destacou nos resultados das viagens em 2019, com vendas de passagens que chegaram a R$ 147 bilhões. A região foi responsável por 61,6% do faturamento do segmento de turismo ano passado, superando o sul (15,9%) e o nordeste (12,6%). O estado de São Paulo, especificamente, representou 40,5% de todo o faturamento do Brasil.

No decorrer de 2020, observou-se que algumas companhias tiveram que realizar o desligamento de colaboradores, a redução de jornadas de trabalho e, também, chegando a níveis alarmantes com a parada das atividades. O setor também encabeçou a campanha “não cancele, adie”, uma iniciativa para segurar a diminuição dos números, em queda.

Assinatura de viagens é forma diferenciada e econômica de planejar as férias

No primeiro trimestre de 2020, já foi possível observar o impacto da covid-19 no cotidiano e no turismo de brasileiros ao exterior, bem como o agravamento da crise, entrando em território nacional, a partir dos primeiros casos registrados no País.

Nesse novo cenário, os setores que mais podem ter sentido os impactos dentro da cadeia de turismo foram os de consumo mais imediato ou pontual, por exemplo, passagens aéreas, entradas em parques de diversão, a operação de pacotes em agências, entre outros. Mas, em meio à queda, o setor de assinatura de viagens pode ter se destacado, muito em decorrência de um modelo de negócio flexível e de planejamento em médio prazo.

Seguindo a tendência de crescimento do setor de turismo, assinatura de viagens surge como uma alternativa para quem deseja planejar uma viagem de forma mais inteligente e econômica para o futuro. Esse é o caso do GO!, uma plataforma de viagem que disponibiliza uma reserva para ser usada em hospedagens, em local selecionado pelo cliente, ainda que ele não tenha definido a data específica de partida.

Pela plataforma de viagens GO!, o cliente tem a liberdade de viajar quando quiser, para onde desejar, e ficar em um dos mais de 350 hotéis cadastrados na Rede GO!, sem preocupação de comprar um pacote com data fixa antecipadamente ou de ter que arcar com multas em caso de alteração de data ou cancelamento. O GO! representa diversos benefícios aos clientes:

– Economia de até 60% nas tarifas aplicadas pelos hotéis credenciados na Rede GO!;

– Hospedagem para até 2 pessoas, com café da manhã incluso em qualquer opção dos mais de 350 hotéis cadastrados por todo o País;

– Facilidade para realizar as reservas de qualquer lugar, com até 30 dias de antecedência da hospedagem, necessitando apenas de um dispositivo (como notebook, smartphone ou tablet) conectado à internet. E facilidade também em alterar ou remarcar a viagem, sem taxas, com até 15 de antecedência da hospedagem. O método de reserva fácil é uma das grandes vantagens do GO!;

– A possibilidade de adquirir diárias o quanto antes, sem ter que definir data para realização da viagem. A assinatura tem renovação anual e os créditos podem ser utilizados em até 3 anos, independentemente de alterações sofridas no setor hoteleiro durante o período;

– É possível adquirir assinatura de viagens do GO! de 4 até 49 diárias, com pagamento de 12 mensalidade, sempre respeitando o débito de apenas uma mensalidade por fatura, visando não comprometer o saldo do cartão de crédito.

O GO! é uma solução de assinatura de viagens, e, pelo site, é possível obter todas as informações sobre os serviços oferecidos.

ARTIGOS​

NOTÍCIAS DO MERCADO​