Prime Action Consulting

Notícias Setoriais

Quinta-feira, 18 de Maio de 2017 | Istoé Dinheiro / Estadão Conteúdo
Resultado financeiro da BB Seguridade cai 10,33% e soma R$ 295 mi no 1º tri
Redação Estadão Conteúdo

Pesou no resultado financeiro, conforme explica a BB Seguridade em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, a queda na taxa média Selic, com efeito negativo na remuneração dos títulos pós-fixados e a menor magnitude de fechamento da curva de juros futuros em relação ao movimento observado no primeiro trimestre de 2016, o que implicou em uma receita menor de marcação a mercado dos títulos pré-fixados.

A holding menciona ainda indicadores de inflação mais baixos, que por sua vez reduziram a rentabilidade nominal dos ativos financeiros remunerados a esses indexadores classificados na categoria de mantidos até o vencimento.

Despesas

As despesas gerais e administrativas da BB Seguridade somaram R$ 15,257 milhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 23,7% em relação ao mesmo período de 2016. Na comparação com os três meses anteriores, houve redução de 13,7%.

A holding explica, em relatório, que o declínio das despesas no ano foi influenciado pelo corte de 57,4% na despesa com pessoal, resultado da implantação de metodologia de rateio com as suas subsidiárias integrais BB Seguros e BB Corretora e queda de 58,6% nas despesas tributárias, que tinham sido mais elevadas no primeiro trimestre de 2016 em função do recolhimento de IOF sobre o resgate de aplicações financeiras de curto prazo para o pagamento de dividendos.

“As quedas observadas nas despesas com pessoal e com tributos foram parcialmente compensadas pelo crescimento das despesas com serviços técnicos especializados, registradas nas despesas administrativas, em razão de contratação de empresas de consultoria”, acrescenta a BB Seguridade.

FILTRE SUA BUSCA POR SEGMENTO


FILTRE SUA BUSCA POR EXPERTISE


FILTRE SUA BUSCA POR AUTOR