Prime Action Consulting

Notícias Setoriais

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018 | IDGNow!
Nubank vê receita crescer, mas fecha semestre com prejuízo de R$50 milhões
Redação IDGNow!

Em meio a aumento na receita e nos investimentos, a fintech brasileira Nubank fechou o primeiro semestre de 2018 com um prejuízo de 50,889 milhões de reais, conforme balanço financeiro publicado pela empresa em seu siteO valor é 30,6% maior em relação ao resultado da empresa no mesmo período do ano passado, quando registrou um prejuízo de 38,950 milhões de reais. 

Se anualizarmos o resultado de agora, vemos uma melhora de 13% em comparação ao prejuízo de R$ 117 milhões apresentado no final do ano passado.”, afirma em nota a assessoria de imprensa do Nubank sobre os números do semestre.

Antes disso, vale notar, a companhia teve um prejuízo líquido de 122 milhões de reais em 2016 e de 32,7 milhões de reais no ano anterior.

Aumento despesas

Como aponta a assessoria do Nubank, a empresa realizou investimentos significativos na sua operação neste período, incluindo contratação de funcionários e abertura de um escritório em Berlim, na Alemanha.

Com isso, a fintech registrou aumento nas suas despesas administrativas (65,7%) e de pessoal (58,4%), que fecharam o semestre em 36,607 milhões de reais e 60,025 milhões de reais, respectivamente.

Receita em alta

Enquanto isso, a receita operacional do Nubank nos primeiros seis meses de 2018 foi de 196,877 milhões de reais, uma expansão de 138% em relação ao ano passado, quando o resultado foi de 82,703 milhões de reais. Já a receita financeira subiu de 154,1 milhões de reais para 306 milhões de reais no mesmo período.

Desta forma, a companhia fechou o semestre com uma receita total (operacional + financeira) de 503 milhões de reais, um aumento de 112% em relação aos primeiros seis meses de 2017.

“A receita total do primeiro semestre de 2018, montante que resulta da soma da receita operacional (correspondente à taxa de intercâmbio) e da receita financeira (proveniente de juros e rendimentos), indica um aumento substancial de crescimento em comparação à receita do primeiro semestre de 2017. Esse aumento também se reflete no portfólio de recebíveis de cartão de crédito da Instituição. O plano de negócio do Nubank prevê que o crescimento no volume transacionado dos cartões já emitidos, bem como novos cartões e/ou novos produtos resultarão em geração de lucros no futuro”, afirma a fintech em seu relatório semestral.

Compartilhe:

FILTRE SUA BUSCA POR SEGMENTO


FILTRE SUA BUSCA POR EXPERTISE


FILTRE SUA BUSCA POR AUTOR