Prime Action Consulting

Notícias Setoriais

Quinta-feira, 18 de Maio de 2017 | Automotive Business
Fiat Argo tira a máscara pela primeira vez
Pedro Kutney

A Fiat divulgou na quarta-feira, 17, as primeiras imagens sem disfarces do seu novo hatch, o Argo. A produção comercial do modelo na fábrica de Betim foi iniciada na primeira semana de maio, para distribuição às concessionárias da marca em todo o País, que devem começar as vendas logo após o lançamento oficial, no próximo dia 30.



Versões e preços do Argo só serão divulgados oficialmente na semana que vem. Até agora o que se sabe é que o projeto X6H, nome código do novo hatch, foi pensado para substituir o Punto e versões mais caras do Palio, que tendem a desaparecer. O Argo é um hatch compacto que a Fiat quer vender com a denominação “premium”. Portanto, com pacote de equipamentos, acabamento e dimensões mais generosas do que a média na categoria B.

O novo carro da Fiat não tem tamanho de um hatch médio C, mas será a única oferta da marca mais próxima dessa faixa de mercado antes representada pelo Bravo (que deixou de ser produzido no fim de 2016), um segmento que segue em forte encolhimento no Brasil; de janeiro a abril deste ano correspondeu a apenas 1,3% das vendas totais de veículos leves de passageiros.



Há meses a imprensa especializada dá como certo que o Argo será oferecido com três opções de motorização: os novos FireFly 1.0 três-cilindros de 77 cv e 1.3 quatro-cilindros de 109 cv que já equipam os Fiat Mobi e Uno, além do velho E.torQ 1.8 de 130 cv usado desde 2010 nas versões de topo do Punto. Além do câmbio manual, também haverá opção de caixa automatizada GSR e automática de seis velocidades, a mesma aplicada atualmente na Fiat Toro e no Jeep Renegade que usam o motor flex 1.8.

O Argo 1.8 automático, topo de linha, é o “HGT” que aparece nas fotos divulgadas agora pela Fiat (acima), que estampa este nome no emblema colado na lateral do carro e na traseira tem o “AT6”, que identifica a versão automática.

Levando em conta os preços atuais do Palio (de R$ 44.570 na versão 1.0 a 56.120 na 1.6) e do Punto (R$ 53.310 o 1.4 a R$ 69.680 o 1.8 automatizado), dá para estimar que o Argo deve trafegar na faixa perto dos R$ 50 mil nas opções 1.0 mais baratas e passar dos R$ 70 mil com a motorização 1.8.

Compartilhe:

FILTRE SUA BUSCA POR SEGMENTO


FILTRE SUA BUSCA POR EXPERTISE


FILTRE SUA BUSCA POR AUTOR