Prime Action Consulting

Notícias Setoriais

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2017 | IDGNow! / Computerworld
Bitcoin passa dos US$ 5 mil e acumula 750% de valorização desde 2016
Redação Computerworld

O preço da bitcoin ultrapassou a casa dos US$ 5 mil na quinta-feira, 12, o maior valor já registrado pela moeda digital desde que surgiu no mercado. A criptomoeda aumentou mais de 8%, para US$ 5.243, tendo iniciado o ano valendo US$ 966. Desde o início de agosto, o bitcoin vem batendo um recorde de preço atrás do outro e já acumula valorização de 750% desde o ano passado, valendo quatro vezes mais do que uma onça de ouro.

A moeda digital havia caído abaixo de US$ 3 mil em meados de setembro, depois que um jornal chinês disse que o país estava planejando fechar bolsas locais de criptomoedas para interromper o comércio e bloquear novos registros, devido aos temores de que um número crescente de consumidores que vem acumulando bitcoins possa causar problemas financeiros no futuro.

A Rússia é outro país que vê o avanço da moeda digital com preocupação. Esta semana, presidente russo Vladimir Putin convocou o comitê financeiro para discutir uma forma de regulamentação das criptomoedas, dizendo que seu uso "traz sérios riscos" ao país, já que elas podem ser usadas para lavagem de dinheiro, evasão fiscal e financiar o terrorismo. Mas ele também advertiu sobre o risco de imposição de "muitas barreiras", o que parece ter dado um impulso ao bitcoin.

Duas semanas atrás, o governo do Japão reconheceu o bitcoin como método de pagamento, mas impôs regras para seu uso no país. Celebridades também estão aderindo às criptomoedas, como o boxeador Floyd Mayweather, a socialite Paris Hilton e o ator Jamie Foxx, que vem promovendo ofertas de moedas digitais, informa o The Guardian.

Um dos principais apelos do bitcoin é que ele permite que as pessoas não necessitam dos bancos para realizar suas transações e também se livram dos processos de pagamento tradicionais. Mas, em razão disso, as autoridades financeiras em vários países estão preocupadas com uso do bitcoin para lavar dinheiro e cometer crimes online, já que as transações ocorrem anonimamente.

A valorização do bitcoin e outras criptomoedas vem num ritmo crescente apesar dos alertas constantes de agentes financeiros de que pode estar havendo uma bolha em relação ao bitcoin.

A principal advertência veio do executivo-chefe do JP Morgan, Jamie Dimon, que disse recentemente que o bitcoin é uma fraude e que explodirá algum dia. No mês passado, ele declarou que há um mercado limitado para a moeda digital, argumentando que ela é adequada apenas para uso por traficantes de drogas, assassinos e pessoas que vivem em países como a Coréia do Norte. Ele prometeu impedir a transação com a moeda digital por qualquer cliente do JP Morgan, mas admitiu que não conseguiu dissuadir sua filha de investir na criptomoeda.

Compartilhe:

FILTRE SUA BUSCA POR SEGMENTO


FILTRE SUA BUSCA POR EXPERTISE


FILTRE SUA BUSCA POR AUTOR