Prime Action Consulting

Notícias Setoriais

Quinta-feira, 13 de Julho de 2017 | Automotive Business
Adesões a consórcios sobem 6,4% até maio
Redação Automotive Business

As vendas de cotas de consórcios para a aquisição de veículos cresceram 6,4%, para pouco mais de 799,8 mil unidades, de acordo com o balanço mais recente divulgado pela Abac, associação das administradoras de consórcios, que considera o desempenho no acumulado entre janeiro e maio sobre iguais meses do ano passado.



Apesar do aumento das vendas de cotas, o total de consorciados que planejam adquirir veículos atingiu 6,06 milhões de pessoas nos cinco meses correspondentes, resultado 2,3% abaixo do verificado há um ano. Isto refletiu na menor participação da modalidade no total de créditos concedidos no período, que passou de 30,6% para 25,8% na comparação anual.

O aumento do número de novos consorciados foi puxado pelo segmento de veículos leves, embora o de pesados também tenha apresentado volume maior neste ano. O resultado total não foi melhor devido à queda das vendas para o segmento de duas rodas.

Para automóveis e comerciais leves, as vendas de novas cotas cresceram 19%, para 430,6 mil unidades. Neste segmento, o número de participantes subiu 5,5% e agora conta com 3,43 milhões de consorciados. O tíquete médio também subiu, 9,5%, passando de R$ 38,8 mil para R$ 42,5 mil, sempre considerando o acumulado de janeiro a maio na comparação anual. O número de contemplados caiu 1,7%, para o total de 219,5 mil pessoas que receberam a carta de crédito.

Nos pesados, que inclui caminhões, ônibus, semirreboques e tratores, as vendas de novas cotas somaram 18,6 mil unidades, alta de 11,5%, embora o tíquete médio tenha aumentado 2,2%, para R$ 150,8 mil. O número de participantes deste grupo também aumentou, mas em proporções menores, de 1,4%, para 277 mil. Contudo, as contemplações diminuíram 8,5% ao atingirem 11,8 mil consorciados.

Para o grupo de duas rodas, o número de novas cotas recuou 6,1%, para 350,5 mil unidades. O setor, que em anos anteriores liderou o sistema de consórcios, agora conta com 2,36 milhões de consorciados, 11,6% menos do que há um ano. O tíquete médio da cota para a aquisição de motocicletas aumentou 13,2%, passando de R$ 7,6 mil para R$ 8,6 mil em um ano e as contemplações também diminuíram 20,8%, para 235,5 mil, significando que menos pessoas vão adquirir motos nos próximos meses por meio dos consórcios.

Compartilhe:

FILTRE SUA BUSCA POR SEGMENTO


FILTRE SUA BUSCA POR EXPERTISE


FILTRE SUA BUSCA POR AUTOR